Informativo

Radiocirurgia é realizada em Londrina pela primeira vez

http://oncologialondrina.com.br/Imagem de Radiocirurgia é realizada em Londrina pela primeira vez

O tratamento de tumores cerebrais por vezes é desafiador pela localização da lesão. Mas pacientes com tumores antes considerados "inoperáveis" hoje podem se beneficiar da radiocirurgia, modalidade de tratamento feita por meio da radioterapia em uma única sessão com alta dose de radiação.

Na semana passada uma paciente foi submetida ao procedimento no Instituto Londrina de Radioterapia / Centro de Oncologia para tratamento de uma lesão cerebral secundária decorrente de um tumor primário de mama.

O radioncologista Dr. Miguel Gabriel Neto explica que a radiocirurgia amplia o leque de terapias não só para tumores malignos como também para benignos.

"No caso do câncer, a radiação emitida pelo aparelho vai destruir as células tumorais com precisão. O planejamento é minucioso e feito com toda equipe de médicos, físicos, dosimetristas e tecnólogos para determinar a exata localização e a dose de radiação a ser aplicada para destruir o tumor preservando os tecidos saudáveis que estão no entorno", esclarece.

Dentre os benefícios da radiocirurgia, além de tratar o tumor, está o fato de que não é necessária a internação ou cortes. O paciente é liberado imediatamente após a execução do procedimento.

Galeria de imagens: