Informativo

Nódulo na tireoide

http://oncologialondrina.com.br/Imagem de Nódulo na tireoide

A tireoide é uma glândula que fica na parte da frente do nosso pescoço. É ela que produz hormônios que regulam o nosso metabolismo. Em alguns casos, pode aparecer um nódulo na região e é muito importante procurar ajuda médica para o correto diagnóstico.

Cirurgião oncológica, Dra. Alessandra Spironelli atesta que a maioria dos nódulos, cerca de 90%, é de natureza benigna. “Os outros 10% são tumores malignos que precisam ser tratados, pois este câncer pode sofrer metástase e se espalhar para outros tecidos, em especial pela circulação linfática. Entretanto, vale reforçar que o carcinoma papilífero, responsável por 70% a 80% dos casos de câncer na tireoide, é um tumor pouco agressivo e de evolução lenta. Ele costuma responder bem aos tratamentos disponíveis”, antecipa.

Para determinar a natureza do nódulo, o patologista faz um procedimento chamado aspiração do nódulo com uma agulha fina. “Nele retiramos células no nódulo que serão analisados ao microscópio. Esse teste é muito preciso para identificar se os nódulos são formados por células saudáveis ou tumorais e pode identificar até o tipo de câncer”, completa a especialista.

Em caso positivo de câncer, o tratamento inclui cirurgia seguido de iodoterapia , mas cada caso será avaliado após a cirurgia. “Cada paciente terá seu protocolo de tratamento definido de acordo com o tipo do tumor e estadiamento do câncer. Os tratamentos são individualizados e levam em consideração o quadro clínico do paciente”, destaca.

Em sua grande maioria, o paciente com câncer na tireoide não tem sintoma, o que dificulta um diagnóstico precoce. Se perceber a presença de alguma alteração no pescoço, a orientação é buscar por um endocrinologista ou cirurgião oncológico para diagnóstico e conduta.  “Caso o nódulo seja benigno, uma cirurgia poderá ser indicada para removê-lo. Mas é importante frisar que um nódulo benigno será sempre um nódulo benigno, ou seja, ele não “vira” um câncer”, diz Dra. Alessandra.

O câncer de tireoide soma cerca de 1% de todos os casos de câncer e atinge três vezes mais as mulheres do que os homens, na faixa entre os 20 e os 65 anos.

Galeria de imagens: